História

A nossa história

A Associação de Antigos Alunos do Colégio Militar descende da antiga "Associação Philantropica do Alumnos do Real Collegio Militar", cujos estatutos foram elaborados em 1 de Março de 1903, por ocasião do 1º Centenário do Colégio Militar, e aprovados por alvará do Governador Civil do Distrito Administrativo de Lisboa, a 23 de Outubro de 1903 - data oficial da sua fundação.

Tratava-se de uma instituição de beneficência especialmente destinada a socorrer Alunos e Antigos Alunos, suas viúvas e órfãos que possivelmente se encontrassem privados de alguns meios de subsistência.

A assembleia geral que originou a sua fundação, ocorrida no ainda teatro Príncipe D. Luiz Filipe, foi presidida pelo então Ministro da Guerra, Luís Augusto Pimentel Pinto, General e antigo aluno do Colégio, que, durante a sua intervenção, começou por pôr em destaque, segundo a respectiva acta,

o papel que o Colégio desempenhou no nosso meio, a esse estabelecimento de ensino se devendo tudo o que somos, a educação e o carácter que possuímos
E, ao referir como os verdadeiros "Pais" da ideia, elogia o General Sebastião de Sousa Lopes Baracho e o Capitão Ângelo Leopoldo da Cruz e Sousa. O próprio General Sebastião Baracho, ao falar na mesma assembleia, fez um elogio do Marechal António Teixeira Rebelo e do então director, General José Estevão de Morais Sarmento, pelos passos que puderam dar na consolidação de tal instituição.